FANDOM


O Café Peter Sport, na cidade da Horta, é um marco na história dos Açores, e particularmente, da Ilha do Faial. Uma expressão consagrada ente os iatistas resume isso no seguinte: "Se velejares até a Horta e não visitares o Peter Café Sport, não vistes a Horta na realidade." Em 1986, a revista Newsweek considerou-o no lote dos melhores bares do mundo. Mas não é só um Bar-café, mas uma instituição de renome mundial. "Café Sport, símbolo do andar dos homens livres por um mundo belo e extenso sem fronteiras de raça nem de costumes ..." - citação de Jacinto Vilaomier, em Azul Profundo, 1990.

Tudo começou com o "Bazar do Fayal", situado no Largo de Neptuno (hoje a Praça do Infante), vocacionado para o comércio de artesanato local. Era seu proprietário Ernesto Lourenço Azevedo (n. 20 de Abril de 1859, f. 24 de Março de 1931). Em 1888, participa na Exposição Industrial de Lisboa, onde pela qualidade e diversidade dos artigos, recebe a medalha de ouro e diploma. Com mudança de instalações para Rua Tenente Valadim (renomeada para Rua João Azevedo), no princípio do Século XX, passou a chamar-se "Casa dos Açores/Azorean House". Para além de loja de artesanato regional, passaria a ser um bar. A proximidade do porto comercial foi o seu trunfo.

Em 1918, Henrique Lourenço Ávila Azevedo (n. 16 de Junho de 1895, f. 3 de Maio de 1975), um dos filhos de Ernesto Azevedo, ao mudar de instalações, altera-lhe o nome para "Café Sport", devido à sua paixão pelo desporto, pois era praticante de futebol, remo e bilhar. O Museu de Scrimshaw, inaugurado em 1986, é a maior e a mais bela colecção particular da arte de Scrimshaw no Mundo.

A origem do nome "Peter" está ligada a tripulação do navio "Lusitânia II" da Royal Navy. Reconhecendo-lhe semelhanças do jovem José Azevedo (n. 18 de Maio de 1925, f. 19 de Novembro de 2005) com o seu filho de nome Peter, o oficial chefe do serviço de munições e manutenção do navio, passou a chama-lo de Peter. Foi com este nome que ficou conhecido ao longo de toda a sua vida.

José Azevedo, o Peter Editar

Desde do inicio da década de 60, José de Azevedo tornou-se conhecido pela arte de bem receber os iatistas e por lhes prestar assistência. Em 1967, a Ocean Crusing Club através do seu presidente e fundador, Humphrey Barton, propõe José Azevedo como sócio em reconhecimento dos muitos serviços prestados aos iatistas. Em 1981, é nomeado sócio honorário do Ocean Crusing Club. Foi convidado a participar na Expo98, onde foi montada uma réplica do "Peter Café Sport".

Em 2000, participa na Feira Internacional do Mar e dos Marinheiros. Em 2003, foi agraciado pelo então Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio, com a Medalha de Grau Oficial da Ordem de Mérito, e pela Secretaria de Estado, a medalha de "Mérito Comercial e Turístico". O Papa João Paulo II lhe concede a Bênção Apostólica. No ano seguinte, recebe o galardão "Correio de Ouro" atribuído pelos CTT, pelo serviço postal internacional. Recebeu ainda a visita do Rei de Espanha, a 28 de Julho de 2005, em sua visita a título privado aos Açores. Em Agosto, é homanegeado pelo Banco Milénio BCP pelo "seu empreendorismo, inovação e dedicação". José Henrique Azevedo, o filho do "Peter", sucede-lhe.

Ligações Externas Editar

Categoia:Biografias

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.